ALGARVE ÚLTIMAS

Colocação de proteção na zona ribeirinha de Portimão não reúne consenso

A zona ribeirinha de Portimão é muito movimentada durante os meses de verão por moradores e turistas com crianças
A zona ribeirinha de Portimão é muito movimentada durante os meses de verão por moradores e turistas com crianças

A presidente da Câmara de Portimão salienta ao JA que “não existe nenhuma evidência que ligue qualquer dos acidentes registados à falta de uma proteção”. Ainda assim, Isilda Gomes salienta que “a autarquia está disponível para avaliar a situação”. A colocação de uma proteção ao longo de toda a zona ribeirinha foi aprovada na assembleia municipal, mas não reúne consenso em Portimão. Há quem diga que “só por acaso é que não se verificam outros acidentes graves”

A colocação de uma barreira de proteção ou vedação na zona ribeirinha de Portimão não é consensual. O JA falou esta semana com alguns residentes e turistas que passavam no local e recolheu as mais diversas opiniões.

Nuno Gonçalves, 41 anos, portimonense de gema, diz que sempre conheceu a zona ribeirinha desta maneira, pelo que já está habituado à situação. Segundo o morador, a possibilidade de uma barreira ou muro tapar a vista sobre o rio Arade e as margens do concelho de Lagoa “está fora de questão”. “A única solução que vejo aqui é a colocação de um pequeno murete de pedra (cerca de 40 centímetros de altura), como está na zona ribeirinha de Lagos”, comenta.

Por outro lado, Sara Morais, uma turista de 37 anos que passeia pelo local com duas crianças de tenra idade, evidencia que a situação merece todo o cuidado. “O perigo está sempre à espreita, principalmente por causa dos miúdos”, refere. “Nem sei como não acontecem mais acidentes aqui”, acrescenta, frisando que “já vi pais a agarrarem as crianças pequenas mesmo muito perto do limite”.

A questão da colocação de uma proteção ao longo de toda a zona ribeirinha – entre o Portimão Arena e o Clube Naval de Portimão (cerca de um quilómetro) – foi levantada, há pouco mais de um mês, pela assembleia municipal de Portimão, que aprovou uma recomendação ao executivo da câmara municipal nesse sentido…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 10 DE AGOSTO)

Nuno Couto | Jornal do Algarve

Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: