OPINIÃO

Comunicando desportivamente: Foram correspondidas as expetativas?

desporto
OPINIÃO | HUMBERTO GOMES

Na antecâmara das eleições autárquicas, e na sequência dos sete ‘ensaios’ que produzimos com o título de As Autarquias e o Desporto, lembramo-nos de sugerir se: Foram correspondidas as expetativas?, e naturalmente, face aos resultados de um ato de há muito apelidado de ‘O povo é quem mais ordena’, se o termo expetativa teria ou não tido a devida correspondência.


Tomando como ponto de partida que expetativa tem origem latina: exspectãtum (aguardado ou em vista) e que resulta, enquanto conceito ou definição, de um estado ou qualidade de ‘esperar algo’ ou ‘alguma coisa’ que possa ser viável ou expectável de vir a suceder; ainda um desejo ou ânsia por receber uma notícia ou presenciar um acontecimento que possa vir a corresponder, afinal, ao pré-estabelecido, à… expetativa.


E ela, a expetativa, só acontece quando o objeto que a motiva ainda não se tornou exequível, com um sentido real, constituindo apenas um condição presente, face ao desejo de posse do indivíduo.


Ainda, porque existirá uma previsão, informação ou condição que sustente esta esperança, pois que, em sentido inverso, não passaria de uma ‘ilusão’, pese embora pudesse estar sustentada e até influenciada por uma certa dose de factos realistas.


Aquém ou além das expetativas, face à prática desportiva e por que caminho?


Se aquém, porque não se ajustou com a realidade, surge, então, uma convidada não bem recebida: a frustração; se, além, por ter superado o desejado, dir-se-á que superou as expetativas.

Face aos resultados eleitorais, relativamente à atividade desportiva, que futuro Autárquico?


Futuro que, de uma maneira ou de outra, enquanto resultante do resultado e de ter ou não correspondido às expetativas, deverá ter a ver com um bem programado  Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo (PEDD) – sigla a ser implementada e a constituir imagem de marca -. Plano esse que, tendo à partida um trabalho de pesquisa, resultante do diagnóstico e análise estratégica do atual sistema desportivo local, que determinará a formulação de propostas de crescimento e de desenvolvimento da prática desportiva para o concelho.


A justificar amplamente ter como grande objetivo aperfeiçoar e consolidar uma atuação dinâmica, responsável e responsabilizante, proporcionando, nos vários patamares de intervenção, o bem-estar físico, mental e social dos cidadãos, que possa corresponder às suas legítimas expetativas, enquanto condição maior para assegurar uma melhor e mais saudável sustentabilidade da comunidade onde estão inseridos.


Algumas, uma meia-dúzia de questões-chave, a serem desenvolvidas e colocadas em prática, no âmbito das premissas que temos vindo a sugerir na série de ‘ensaios’ a que nos propusemos levar a cabo, a saber:


– Promoção da saúde e da qualidade de vida;

Valorização e acréscimo das instalações desportivas e do espaço público, ao ar livre, para a efetivação da prática da atividade física e da mobilidade
ativa;

Estimular, fazer crescer e desenvolver o tecido associativo;

Melhorar a criar melhores condições para uma bem conseguida articulação, face aos diversos patamares competitivos;

Estimular a vertente das relações entre a Família: Avós, Pais e filhos;

Apoiar a promoção da Ética no Desporto.


Porque a propósito, talvez que se justifique trazer ao palco dos acontecimentos – sem ruído, nem holofotes acesos- mestre – porque sábio! – José Manuel Constantino: “As Autarquias portuguesas devem-se preocupar, isso sim, em criar condições para o desenvolvimento desportivo das respetivas comunidades, o que prosaicamente significa, tão só, ter mais gente a praticar melhor desporto, porque aí encontrarão a sua natural vocação. E se o fizerem de modo adequado, não lhes sobra tempo, nem dinheiro, para outras aventuras. Entre as pressões e as necessidades de muitos, a opção só pode ser por estes. Pelos cidadãos”.


Em time out final, sublinhar um direito de cidadania: o direito ao desporto. De todos e não apenas de alguns!

Humberto Gomes
*”Embaixador para a Ética no Desporto

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste