OPINIÃO

Crónica de Faro: “Anais de Faro”, uma Referência Nacional

Faro
OPINIÃO | JOÃO LEAL

Veio a lume (11 de Setembro), com digna apresentação na «catedral da cultura farense», que é a Biblioteca Ramos Rosa, o 43.º volume dos «Anais do Município de Faro». Prossegue assim a meritória e destacada presença entre as suas congéneres portuguesas esta obra criada pelo sempre saudoso Professor Pinheiro e Rosa, nos idos de sessenta (1969) e ora dirigida pelo Professor Doutor Guilherme de Oliveira Martins, destacada figura da vida do País, e dentre ambos, a dedicação, empenho e saber dos Dr. Libertário dos Santos Viegas e do, também sempre lembrado, Professor Doutor Joaquim Romero Magalhães.


É uma publicação anual, verdadeiro «Faro Histórica Monumentae» que estende o seu universo para além da cidade «Nova Jerusalém» a toda a região sulina, com estudos e averiguações que ao «Meio Dia» importam.

Ao abrir a erudita sessão houve o bem vindo ensejo de escutar todo o poder criativo e interpretativo musicais, com a interpretação de vários trechos, ao piano, pelo erudito investigador vilarrealense Doutor Fernando Pessanha, que iniciou aqui a série de concertos «Raposinha», com o apoio de admiráveis audiovisuais, verdadeiros hinos à natureza e ao amor.

Usaram da palavra a Dra. Sandra Martins (Directora da Biblioteca – «esta edição abarca desde Ossónoba até hoje na salvaguarda da nossa identidade»); o Professor Doutor Guilherme de Oliveira Martins (Director dos «Anais do Município de Faro», que recordou os 15 anos da «Convenção de Faro e a década de entrada em vigor da mesma); o Professor Doutor António Branco – ex – Magnífico Reitor da Universidade do Algarve», a quem coube a apresentação desta edição- «o colectivo histórico e a memória das comunidades») e o Doutor Rogério Bacalhau (Presidente do Município- esta referência cultural da Região».


Merecidas palavras foram destacadas e dirigidas à Doutora Elsa Vaz (Técnica Superior da Autarquia e a grande obreira dos «Anais do Município de Faro), homenagem com toda a justiça, a que nos associamos.

João Leal

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste