OPINIÃO

Crónica de Faro: «Faro Living Street» ou uma «PPP»

Faro
OPINIÃO | JOÃO LEAL

«Considero que o projecto Faro Living Street é inovador e deverá ser um exemplo a replicar noutras ruas da nossa cidade», declaração prestada pelo cidadão farense Alexandre Sena, sobre esta fase nova para a capital sulina e para a Zona do Bom João, com incidência na Rua Caldas Xavier. E a dupla proposta neste apontamento reflecte o nosso pensar na dualidade: uma rua com vida e viver ou uma parceria (p) pública (p) privada (p). É que se o primeiro conceito é a mais directa realidade, acontece também em pleno na sua projecção, concretização e futuro uma envolvência partilhada do Município (pública) e das gentes daquela artéria e vizinhança (privados).


Um projecto pioneiro, cuja candidatura autárquica recebeu um prémio de 20 mil euros ao vence, em termos nacionais o concurso lançado pelo programa EUKI (Iniciativa Europeia para o Clima) do Ministério Federal Alemão do Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear, que teve como parceira a Agência Oeste Sustentável.


Ressalta-nos como grande chancela o diálogo de parceria surgido e o concretizar de mãos dadas, na imagem vivida e ressaltante dos deveres e direitos dos cidadãos em que participarem activamente na «coisa pública» (res publica) e no seu reconhecimento e activação pelos que para o exercício da administração foram eleitos, numa cooperação de 50 membros (moradores, agentes locais e funcionários autárquicos.


Assim a Rua Caldas Xavier (referência toponímica que recorda o lisboeta – 25 de Setembro de 1852 – militar, engenheiro, explorador e administrador colonial, que se distinguiu nas chamadas campanhas de pacificação de Moçambique nas últimas décadas do século XIX, que era sobretudo utilizada para circulação viária e estacionamento de automóveis foi intervencionada para se transformar num espaço de lazer que possibilita «a experimentação do espaço público, sua usufruição, a promoção das saudáveis e desejáveis relações de vizinhança e o sentimento de pertença».


Dispõe de mesas e bancos, equipamento desportivo para a prática do ténis de mesa e outras modalidades, floreiras, zonas verdes e de recreio propícias ao convívio.


Rua Caldas Xavier, uma «Faro Living Street», uma experiência a pedir «bis».

João Leal

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste