CRÓNICA DE FARO: “Fiat Lux”, a partir de hoje

Será ao cair da noite, quando o Sol der os últimos tons sanguíneos no horizonte sulino e refletindo-se na placidez das águas atlânticas ou da Ria Formosa que em Faro vai acontecer, pela vez primeira, o «Festival Internacional de Luz do Algarve», o qual se prolongará até aos alvores da madrugada dominical.

Este, por nós apelidado de «Fiat Lux» (Faça-se Luz), reunindo artistas de doze países, na conceção multiarte dos seus sonhos e criações, «numa mistura de tecnologia, interatividade e muitas formas de fazer luz em instalações artísticas, é mais uma valiosa iniciativa para o concelho farense, que, estamos a crer, se incorporará noutras assinaladas e mediáticas realizações, como o são o Festival «F», Internacional de Folclore, a Concentração Mundial de Motos, a Arte nas Açoteias e algumas outras.

Realizada nas suas duas edições inaugurais na vizinha cidade de Loulé, onde conheceu assinalado êxito, desfruta agora de um novo cenário, que se expande da ex–Fábrica da Cerveja, para outros imóveis, não só na «Vila-a-Dentro», como extra-muros da mesma, objetivando com esta transferência trazer uma nova visão à terra farense como uma maior adesão do público participante.

Uma equipa pluridisciplinar, que vai do escocês McClean, diretor artístico do «Festival Internacional de Luz do Algarve», ao disco jokey A. Elliot ou ao criador da famosa série televisiva «A Guerra dos Tronos» vai proporcionar um mar de luz, de alegria e de criatividade, que invadirá, já a partir de logo ao final da tarde a cidade de Faro.

João Leal

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste