OPINIÃO

Cumpra-se a Constituição da República Portuguesa!

OPINIÃO | ISA MARTINS

O Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS) – membro da FENPROF e o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) estabeleceram uma parceria, em 2014, com os objetivos de levar aos jovens das nossas escolas a discussão e o esclarecimento de muitos assuntos em prol da Paz e da Educação para a Paz.
Deste modo, já foram promovidos diversos debates e iniciativas variadas, de bastante importância, qualidade e pertinência, em muitas escolas do distrito de Faro, com a dinamização da Presidente da Direção do CPPC, Dra. Ilda Figueiredo, contribuindo-se assim para uma boa formação dos nossos jovens, conscientes de que a defesa da Paz é um assunto cada vez mais pertinente e emergente perante as ameaças e os perigos atuais.
Com espírito crítico e interventivo numa sociedade que se pretende ser cada vez mais justa, os alunos têm revelado uma participação muito ativa, discutindo pontos de vista diferentes e concluindo, principalmente, que a Paz é possível e não é uma espécie de utopia.
Nesta linha, o desarmamento nuclear também tem sido alvo de debate nas escolas do Algarve.
O SPZS está solidário com esta causa que se afirma como o respeito e o cumprimento da Constituição da República Portuguesa no consagrado no artigo 7º (Relações internacionais), ponto 2, onde se lê “…o desarmamento geral, simultâneo e controlado…”. Assim, o SPZS apoia as iniciativas que favoreçam a Paz, nomeadamente a conferência das Nações Unidas, realizada no dia 7 de julho de 2017, da qual surgiu o Tratado de Proibição de Armas Nucleares, face à dimensão e potência dos arsenais nucleares existentes que são a mais grave ameaça à Humanidade, já que a sua utilização causaria morte e destruição generalizadas; nele proibisse e pretende-se a eliminação total das armas nucleares, contudo, para a sua efetivação, é necessário que todos os Estados membros das Nações Unidas o assinem e ratifiquem, o que ainda não aconteceu com Portugal.
Torna-se importante debater e transmitir aos nossos alunos o que se passa quer a nível nacional, quer a nível mundial, numa perspetiva de os sensibilizar para estas questões em torno da Paz, tendo como finalidade o desenvolvimento de uma educação e de uma cultura de Paz.
A finalizar, fica aqui o apelo para que todos aqueles que concordem com o fim do desarmamento nuclear assinem a Petição do CPPC “PELA PAZ, PELA SEGURANÇA, PELO FUTURO DA HUMANIDADE! PELA ASSINATURA POR PARTE DE PORTUGAL DO TRATADO DE PROIBIÇÃO DE ARMAS NUCLEARES”, cujo link para o efeito é: http://peticao-publica.com/pview.-aspx?pi=nao-armas-nucleares
Assina a Petição, exigindo o cumprimento da Constituição!

Isa Martins

* Professora de Matemática e Ciências Naturais e dirigente sindical

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: