DESPORTO MODALIDADES

Delfim Batista, velha glória do ciclismo, deu a última pedalada

Com 87 anos, faleceu no Hospital de Faro, Delfim Batista, velha glória do ciclismo português, que em meados dos anos 50/60 representou o Sporting Clube de Portugal e o Louletano Desportos Clube.

Natural de Loulé, onde residia depois de ter regressado da Venezuela ainda muito rapaz, para onde emigrara seguindo os passos de seus pais.

Chegou a competir naquele pais, sendo mesmo convidado pelos responsáveis governamentais do desporto venezuelano, a representá-lo nos mundiais de ciclismo, o que o obrigaria a perder a nacionalidade portuguesa, tendo recusado.

Mais tarde regressa a Portugal a convite do Sporting, onde permaneceu uma temporada muito conturbada devido ao ingresso no serviço militar.

Ainda no serviço militar regressa a Loulé, participando em quatro voltas a Portugal, acabando a sua carreira como treinador da equipa de ciclismo do LDC, no ano de 1964.

Durante vários anos foi um tremendo adepto e praticante da musculação, sendo também empenhado colaborador do Louletano Desportos Clube nesta modalidade, colaborando em vários Open de Supino que tiveram lugar em Loulé.

Era um desportista muito conhecido e estimado em Loulé, onde esteve estabelecido no comércio de material desportivo e de snack-bar.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste