ALGARVE ÚLTIMAS

Despedimentos de 336 funcionários custa 3 milhões em subsídios de desemprego

O dirigente da União de Sindicatos do Algarve classificou o despedimento coletivo por e-mail dos 336 trabalhadores da Groundforce, em Faro, de “selvagem” e estima que o Governo vá gastar três milhões de euros em subsídios de desemprego.

A Groundforce, empresa detida pela TAP que tem como função assistir companhias áreas em terra, anunciou quarta-feira o encerramento da operação em Faro, no Algarve, e o despedimento coletivo de 336 trabalhadores, como resultado das perdas da empresa, estimadas em 20 milhões de euros só este ano.

“Nenhum despedimento é benéfico seja para que país ou região for, mas contas feitas muito por alto dizem-nos que, no mínimo, três milhões de euros por ano vão ser gastos com os subsídios de desemprego se estes despedimentos forem concretizados”, estimou António Goulard, em declarações aos jornalistas.

PUB
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste