POLÍTICA

Dirigente algarvio quer recandidatura de Costa para fazer regionalização

luis graça congresso ps 2021

O presidente da Federação do PS do Algarve e da Comissão Organizadora do Congresso de Portimão, Luís Graça, pediu hoje a António Costa que em 2023 se recandidate novamente a secretário-geral do partido para fazer a regionalização.

“Quero terminar ajudando a dissipar o tabu”, declarou Luís Graça, no final da sua intervenção, na sessão de abertura do 23.º Congresso Nacional do PS, no Portimão Arena, acrescentando: “Há algo que falta e que está na moção do nosso secretário-geral, quando aponta a criação das regiões administrativas para 2024”.

“Pois bem, meu caro António Costa, se é em 2024, em 2023 António Costa terá de suceder a António Costa para criarmos a região administrativa do Algarve as regiões no país”, apelou o dirigente socialista.

Antes, Luís Graça aproveitou esta ocasião para fazer um outro pedido ao secretário-geral do PS e primeiro-ministro: “Esta é a hora de o país retribuir esta generosidade do Algarve e esta solidariedade. Há 20 anos que esperamos por um hospital”.

“Esta tem de ser a hora de desatar os nós e de fazermos o hospital”, defendeu o dirigente regional socialista, aplaudido pelo secretário-geral do PS.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste