ATUALIDADE MUNDO

Drama dos refugiados sírios prossegue no Mediterrâneo

[mobileonly] [/mobileonly]
.
.

A imagem surge entre as captadas por um fotojornalista da Reuters no último domingo. A embarcação insuflável em que seguia um grupo de refugiados sírios esvaziou, mas conseguiu chegar até cerca de 100 metros da ilha grega de Lesbos, o que lhes permitiu seguirem a nado até à costa.

Entre o grupo que chegou a terra com a ajuda de boias, surge a fotografia de um pai a levar o seu filho bebé. Dentro da situação dramática em que se encontravam, até se pode dizer que o grupo de refugiados sírios teve sorte. Ao contrário de outros 13 migrantes, pelo menos, entre os quais quatro crianças, que morreram na manhã desta terça-feira após o barco em que seguiam ter naufragado ao largo da costa da Turquia, antes de conseguir chegae à ilha grega de Kos.

A guarda costeira turca conseguiu salvar 205 pessoas que estavam a bordo da embarcação de madeira que tinha partido da cidade de Datca, indicou a agência Dogan. Continuam as operações de salvamento para tentar encontrar mais sobreviventes. Não são ainda conhecidas as nacionalidades dos migrantes envolvidos.

Mais de 400 mil refugiados e migrantes já terão efetuado este ano a perigosa travessia do Mediterrâneo em direção à Europa, em embarcações precárias e sobrelotadas.

Cerca de 300 mil chegaram à Grécia pelo mar, segundo as estimativas da Organização Internacional para a Migração. Cerca de metade dos que atravessam o Mediterrâneo nestas condições são sírios que fogem da guerra civil no seu país, indica a agência das Nações Unidas para os refugiados.

RE

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: