ECONOMIA

Edifício da Sumol em Faro adquirido pela Metalofarense e Rolear

edificio sumol faro
O edifício da Sumol+Compal, situado na Estrada Nacional (EN) 125, em Faro, foi adquirido por um consórcio de empresas algarvias com o objetivo de aumentar a sua atividade na região.

Com a aquisição do edifício, o consórcio formado pela Metalofarense e grupo Rolear pretende “potenciar a dinamização das suas marcas e aumentar as respetivas capacidades de armazenagem, a proximidade com os seus clientes e o portfólio de oferta de produtos”, lê-se numa nota da consultora imobiliária que assessorou o negócio.

O edifício – situado num dos principais acessos à capital algarvia, na EN 125 -, foi uma instalação fabril no Algarve para a produção e comercialização da marca Sumol e, posteriormente, de outras bebidas.

Em virtude de uma operação de concentração industrial, a atividade fabril no imóvel cessou em final de 1995, tendo a instalação passado a ser utilizada como centro regional de armazenagem e distribuição do portfólio de bebidas.

Citado na nota, o administrador da Rolear apontou que a abrangência do leque de produtos e serviços “forçou” a que se procurassem um espaço logístico bem localizado, com bons acessos, bem visível, de dimensões assinaláveis, mas necessárias.

A estes requisitos “importantes” juntou a faceta peculiar de ser um “edifício-emblema da produção industrial do Algarve”, disse Parreira Afonso.

“Contamos que a nova unidade venha proporcionar incremento geral dos negócios, fortalecendo as nossas empresas e contribuindo para o desenvolvimento da região”, realçou.

Fundada em Faro em 1979, a Rolear direcionou-se inicialmente para as áreas de eletricidade, eletromecânica e bombagem mas abrange atualmente a área energética, construção civil e infraestruturas de águas e de saneamento.

Por seu lado, o administrador da Metalofarense, Luís Afonso, sublinhou tratar-se de uma aquisição “importante para o desenvolvimento da empresa”, também relevante por ser uma “edificação icónica do concelho de Faro e até do Algarve”.

“O fundador da Sumol, também ele algarvio, teria ficado satisfeito com esta faceta do negócio”, reforçou, salientando o facto de a aquisição ter sido levada a cabo por duas empresas da região.

Com sede em Faro, a Metalofarense, fundada em 1958, dedica-se a produtos siderúrgicos e à comercialização de materiais de construção civil.

O edifício da Sumol+Compal é composto por um bloco principal, com áreas destinadas a escritórios, zonas técnicas e de apoio à atividade fabril e logística. Ao longo dos anos foi sendo ampliado e criadas novas áreas para armazenagem.

Atualmente conta com uma área total de armazéns de 7.753 metros quadrados (m2), uma área total de escritórios de 2.000 m2 e uma área total de logradouro de 10.474 m2.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste