REPORTAGEM

Ele cresceu no meio do rebanho

Aos quatro anos começou a ir pelo campo, com o seu bisavô e o gado. Um ano depois comprou a sua primeira cabra e a partir daí nunca mais parou de viver a sua paixão pela natureza. Agora, com 17 anos e a dias de atingir a maioridade, Luís Camarada é um jovem pastor que abandonou a escola e que diariamente é acompanhado por mais de 60 cabeças de gado e três cães, por terras do interior algarvio do concelho de Castro Marim

Luís Camarada já chegou a ter mais de 130 animais

A descer uma pequena colina, vem Luís, ao centro, a liderar o seu rebanho de ovelhas e cabras algarvias, que são guiadas pelos cães e por sons indistintos que o jovem emite, que impõem respeito aos animais.  


Com a vida do campo a correr-lhe nas veias desde os três anos e a influência do seu bisavô, é notável a experiência e a paixão que o jovem tem pela arte da pastorícia. De boina na cabeça, camisa e um cajado para comandar o rebanho, começa mais uma tarde normal para o jovem pastor na Alagoa Velha, a poucos quilómetros do Rio Seco. 


“Desde os três anos que eu lido com os animais e aos cinco comprei a minha primeira cabra”, revela Luís Camarada à reportagem do JA.  

(…)

Gonçalo Dourado

(leia a notícia completa no Jornal do Algarve de 18 de março de 2021)

Assine o Jornal do Algarve e aceda aos conteúdos exclusivos para assinantes

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste