Empresária de Loulé no Salão de Moda Flamenca em Sevilha

Sílvia Rodrigues, empresária de Loulé e fundadora da marca Sigues, é a primeira portuguesa a marcar presença numa edição do SIMOF – Salão Internacional de la Moda Flamenca, que este ano irá decorrer de 7 a 10 de fevereiro. Portugal inaugura assim a sua representação neste certame de Sevilha, nesta que é a sua 25ª edição.

Esta jovem designer portuguesa irá partilhar esta sua experiência no evento juntamente com Marisol Torres, empresária andaluza. Ambas estarão a promover os respetivos trabalhos com o apoio do projeto INTREPIDA – Internacionalização das Mulheres Empresárias de Espanha e Portugal para a Inserção, Desenvolvimento e Alianças – que coordenada a Fundação Tres Culturas Del Mediterráneo, uma iniciativa que visa potenciar a Cooperação Transfronteiriça entre Portugal e Espanha através do programa Interreg POCTEP.

O projeto INTREPIDA tem por principal objetivo impulsionar a competitividade empresarial das PMEs administradas por mulheres no território transfronteiriço da Andaluzia, do Algarve e do Alentejo, promovendo a sua internacionalização através de novos modelos de desenvolvimento e cooperação comercial. Neste âmbito se insere o apoio a estas duas empresárias através do financiamento das suas participações no SIMOF 2019, assegurando os custos com o stand no evento, bem como o alojamento na cidade andaluz e deslocações.

As duas empreendedoras conheceram-se no I Encontro B2B Juntas Somos Mais — uma iniciativa promovida pelo projeto INTREPIDA—, realizado em Faro, no passado mês de novembro.  Ambas utilizam a mesma matéria prima, o papel, trabalhando-o de forma diferente, mas com a característica comum de personalizar cada peça aliando estética à qualidade.

O Presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo, destaca a importância do projeto INTREPIDA referindo que “nos objetivos que fixamos para o biénio 2019-2020 do apoio ao empreendedorismo em Loulé, a internacionalização dos projetos regionais é um dos eixo fortes que assinalamos para trabalhar, e nessa linha o apoio para uma cooperação transfronteiriça consistente e continuada é fundamental para conseguirmos de forma mais eficaz e eficiente promover a economia e a valorização social. Pelo que considero a participação da criativa Sílvia Rodrigues no projeto INTREPIDA e agora no Salão Internacional de la Moda Flamenca um ótimo augúrio para profícuas e longas colaborações transfronteiriças.”

Silvia Rodrigues iniciou-se há mais de 10 anos na criação de joias em papel de jornal e criou a sua própria marca, a Sigues. Foi a primeira designer nesta área na Europa e uma das primeiras no mundo, tendo sido distinguida por vários prémios a nível nacional e internacional. Atualmente, desenvolve a sua atividade na comunidade criativa, Loulé Design Lab, um projeto da Câmara Municipal de Loulé.  

Para Sílvia Rodrigues, o projeto INTREPIDA ‘representa um apoio fundamental para o desenvolvimento da minha marca, fornecendo as ferramentas fundamentais para a internacionalização da Sigues para Espanha. Tanto no evento em Sevilha, como no evento em Faro pude receber formação em Internacionalização, pude fazer networking com outras empresárias e assim estabelecer algumas parcerias importantes para o crescimento e expansão da Sigues.’

Por seu lado, Marisol Torres fundou a sua própria empresa em 2016, desenvolvendo um projeto pessoal e inovador. Assim nasceu a marca Mariblu que se dedica à criação de peças artesanais para decoração floral e bijutaria em papel, que produz no espaço de co-working artístico de Cádiz: Piedra, Papel, Tijera. O seu trabalho centra-se essencialmente na elaboração de ramos de noivas, tendo recentemente começado a criar pequenas coleções para o universo flamenco.

Financiado pelo Programa INTERREG POCTEP Espanha e Portugal, aprovado pela União Europeia para o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, o projeto INTREPIDA desenvolve outras atividades como o encontro empresarial B2B Juntas Somos Mais Fóruns de Trabalho, Capacitação em Internacionalização e TIC para as empresárias, Visitas a Empresas e Sensibilização Pedagógica em empreendedorismo nas escolas.

A Fundação Tres Culturas Del Mediterráneo, para o projeto INTREPIDA, conta também com a colaboração da Fundación Universidad Empresa de la Província de Cádiz (FUECA) e Diputación de Huelva. Em Portugal, tem uma parceria com as associações NERE e NERPOR, no Alentejo, e está em conversações com a associação REGIOTIC no Algarve para que esta entidade integre o grupo de sócios oficiais do projeto.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste