Epidemia de gripe no fim do mês

.

Virologista do Instituto Ricardo Jorge prevê que a gripe atinja o maior número de pessoas dentro de duas a três semanas. A população, sobretudo os idosos, ainda está a tempo de tomar a vacina.

A responsável pelo Laboratório Nacional de Referência para o Vírus da Gripe, Raquel Guiomar, adiantou ao Expresso que o país vai ter o pico da gripe, com o maior número de pessoas doentes, a partir do fim do mês.

“A incidência tem estado abaixo da linha de base que consideramos para a epidemia, no entanto, nas próximas duas a três semanas deve aumentar e vamos entrar na fase epidémica”, prevê a especialista do Instituto Ricardo Jorge.

A virologista explica que ainda há tempo para a população se vacinar, recomendando aos grupos de risco, como os idosos e os doentes crónicos, que o façam desde já.

Por agora, estão a circular três tipos de vírus da gripe e “ainda não foi identificada nenhuma característica relacionada com uma agressividade mais intensa”, diz Raquel Guiomar.

Vera Lúcia Arreigoso (Rede Expresso)
Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste