Epidemia de gripe no fim do mês

.

Virologista do Instituto Ricardo Jorge prevê que a gripe atinja o maior número de pessoas dentro de duas a três semanas. A população, sobretudo os idosos, ainda está a tempo de tomar a vacina.

A responsável pelo Laboratório Nacional de Referência para o Vírus da Gripe, Raquel Guiomar, adiantou ao Expresso que o país vai ter o pico da gripe, com o maior número de pessoas doentes, a partir do fim do mês.

“A incidência tem estado abaixo da linha de base que consideramos para a epidemia, no entanto, nas próximas duas a três semanas deve aumentar e vamos entrar na fase epidémica”, prevê a especialista do Instituto Ricardo Jorge.

A virologista explica que ainda há tempo para a população se vacinar, recomendando aos grupos de risco, como os idosos e os doentes crónicos, que o façam desde já.

Por agora, estão a circular três tipos de vírus da gripe e “ainda não foi identificada nenhuma característica relacionada com uma agressividade mais intensa”, diz Raquel Guiomar.

Vera Lúcia Arreigoso (Rede Expresso)
Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste