Equipa Sicasal Constantinos vence prova de abertura da época 2019

Iúri Leitão

A prova de ciclismo portuguesa foi disputada este domingo na região de Aveiro.

Iúri Leitão esteve na discussão da etapa terminando o sprint final em Estarreja na 8ª posição da geral, facto que lhe garantiu a vitória na categoria Sub-23.

É um excelente começo para o atleta de Viana do Castelo que assim começa a época 2019 da mesma forma que terminou em 2018, no lugar mais alto do pódio. Com esta vitória, o ciclista da equipa torriense é o primeiro líder da taça de Portugal em Sub-23 e foi com enorme satisfação que afirmou
“esperava poder estar aqui a discutir a etapa e correu tudo como planeado. A nossa ambição era o top 10, correu muito bem, consegui vencer em Sub-23 e estamos todos muito contentes. É um ótimo incentivo para mais uma época dura que agora começa e na qual estamos focados em aprender e evoluir sempre mais”.

Com uma distância de 162 quilómetros, a viagem entre Sever do Vouga e Estarreja percorreu todos os concelhos da região de Aveiro a uma velocidade média de 42,2 kms/hora e contou com um sprint final eletrizante, onde Rui Oliveira da equipa Portugal levou a melhor sobre os adversários.

No conjunto torriense, realce ainda para o fantástico 16º posto alcançado por Francisco Guerreiro entre a elite do ciclismo nacional. O atleta proveniente do escalão júnior foi o 4º melhor Sub-23 na sua prova
de estreia nesta categoria.

Com um grande desempenho coletivo, a equipa do projeto Academia Joaquim Agostinho/UDO foi 7ª classificada entre as 17 formações participantes e subiu ao pódio para receber a taça correspondente à
melhor formação Sub-23 em prova. Para esta distinção, muito contribuíram as grandes prestações de Marcelo Salvador (13º Sub-23), José Vieira (14º), Francisco Morais (22º) e do também estreante Wilson
Esperança (25º).

Salgueiro 2º melhor Português em África Miguel Salgueiro terminou com sucesso a sua participação no Tour de L’espoir ao serviço da Equipa
Portugal de Sub-23.

Nesta prova da Taça das Nações disputada na República dos Camarões, o atleta da Sicasal Constantinos destacou-se como o segundo melhor luso da classificação final, terminando na 22ª posição uma competição onde envergou por duas vezes a camisola branca de líder da montanha.
A equipa portuguesa venceu a segunda etapa através de Francisco Campos e no rescaldo final somou 12 preciosos pontos para o ranking que dá acesso ao Tour de l’Avenir, a Volta a França do Futuro.

Colaboração AfterTwo //Works FOTOS | João Fonseca | FPCiclismo

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste