Equipas do Algarve na Primeira Liga de Futebol?

O Algarve já teve mais do que uma equipa no primeiro escalão do Futebol. Isso foi ótimo para a promoção do Algarve e poderá suceder novamente. Atualmente, apenas o Portimonense está no primeiro escalão.

Existem diversas cidades com potencial para ter uma equipa na primeira liga como Faro, Portimão, Loulé e Olhão. Seria ótimo que todas essas cidades tivessem uma equipa na primeira liga. E quantas mais tiver mais fácil será mantê-las por várias razões. Uma delas é maiores assistências devido à proximidade dos diferentes clubes. Outra, é atraírem mais atenção dos meios de comunicação com a existência de duas ou mais equipas.

Infelizmente, o Algarve tem duas desvantagens em relação a diversas zonas do país. Como foi escrito anteriormente, existem diversas cidades com potencial para ter uma equipa na primeira liga de futebol. Porém, nenhuma delas tem uma dimensão que a torne uma candidata óbvia. Diversas cidades muito maiores (como Lisboa, Porto, Setúbal e Braga) têm equipas na primeira Liga. Para mais, também existem outras que não têm presença na primeira liga como uma dimensão muito maior que as cidades algarvias como Almada e Amadora. Não fiz a contabilidade, mas devem existir várias dezenas de cidades espalhadas pelo país maiores do que qualquer localidade algarvia.

Outra desvantagem é existir uma grande concentração de equipas no norte do país à volta do eixo Porto-Braga. Isso prejudica qualquer equipa algarvia de diversas formas. A mais óbvia é ter deslocações. Visto que a equipa mais a sul é o Vitória de Setúbal, o atual representante do Algarve (Portimonense) na primeira liga gasta mais tempo e dinheiro em deslocações que a maioria das equipas.

Nada disso torna impossível para o Algarve ter duas, três ou mesmo quatro equipas na primeira liga. Confesso que adoraria. Mas como?
A grande solução é aumentar a qualidade de gestão dos clubes e, se possível, algumas vantagem competitiva. Na altura em que escrevo estas palavras, o Famalicão é líder da primeira liga com um orçamento muito menor do que Benfica, Porto e Sporting. Pessoalmente, acho que está a ter uma grande sorte. Porém, sem uma grande qualidade de gestão isso não seria possível.

O atual representante do Algarve (Portimonense SAD) parece-me ter uma boa qualidade de gestão e uma vantagem competitiva (a ligação ao Porto SAD). Pessoalmente, não gosto dessa ligação – atualmente sou sócio do Benfica. Todavia, essa ligação ao Porto SAD parece permitir ao Portimonense fazer melhores vendas de passes de jogadores do que, normalmente, aconteceria.

Se Algarve quer ter mais equipas na primeira liga, a solução tem de passar sempre pelo aumento da qualidade da gestão dos clubes. Já agora digo que se o Algarve quer melhorar a sua economia, em geral, e o turismo, em particular, também tem de passar pela melhoria da qualidade da gestão.

Ivo Dias de Sousa

professor da Universidade Aberta – ivo.sousa@uab

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste