Estádio da Nora: Substituição de relva sintética praticamente concluída

,
,

Está praticamente concluída a obra de substituição do relvado sintético do campo de treinos do Estádio da Nora, em Ferreiras (Albufeira). O presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, visitou a obra e revelou que o campo poderá começra a ser utilizado a partir do dia 29 de outubro.

O espaço é utilizado pelas equipas da formação do Futebol Clube de Ferreiras e da escola do Benfica, através de um protocolo celebrado com aquele clube.

Trata-se de um investimento superior a 130 mil euros, para modernizar um piso cuja degradação foi acelerada não só pela constante utilização, mas também pelas cheias ocorridas em 2015. José Carlos Rolo aproveitou para revelar que pretende visitar todos os espaços desportivos do concelho, de modo a diagnosticar e intervir em colaboração com as direções dos clubes.

“Estamos empenhados em resolver várias questões pendentes, relativas ao investimento nas infraestruturas desportivas”, referiu o autarca.

O campo de treinos tem agora um tapete sintético totalmente novo, já que o anterior não permitia qualquer trabalho de recuperação. As cheias de 2015, que também afetaram este recinto desportivo, aceleraram o processo de degradação de um espaço que é utilizado diariamente por centenas de praticantes. Recorde-se que o F.C. Ferreiras junta atualmente mais de 400 atletas, 265 dos quais são praticantes de futebol nos diversos escalões.

O novo relvado obedece a critérios de qualidade, tendo obtido o certificado Fifa Quality Pro, de forma a garantir uma experiência mais real e fidedigna aos atletas. A intervenção consistiu no fornecimento e aplicação de um novo piso de relva sintética de gama elevada num campo de futebol de 11, em dois campos de futebol de 7 e num campo de futebol de 9, abrangendo todas as camadas jovens do clube. No ar ficaram as restantes intervenções previstas para esta infraestrutura desportiva municipal, com os novos balneários e a recuperação da sala multiusos a constituírem prioridade.

Para António Colaço, presidente da direção do F.C. Ferreiras, esta obra” vem devolver as condições de excelência que queremos colocar ao serviço de todos os praticantes, condições essas que estavam postas em causa com o anterior piso, havendo risco de lesões e complicações musculares”.

O dirigente sublinha que o F.C. Ferreiras “pretende ser um parceiro da autarquia no desenvolvimento desportivo. Estamos aqui para honrar este investimento com uma utilização o mais correta e abrangente possível”.

Para José Carlos Rolo, esta obra vai ao encontro “daquilo que está pensado para este mandato em termos de intervenção desportiva e que passa pela recuperação do parque existente e pela criação de mais equipamentos”.

“Estamos muito atentos a todas as questões e vamos, inclusive, iniciar uma ronda por todos os espaços desportivos para que, em conjunto com as direções e clubes que as utilizam, possamos fazer um correto diagnóstico e calendarização das intervenções a implementar.”, acrescentou o autarca.

Nesse sentido, o autarca revelou já uma primeira deslocação ao Estádio Arsénio Catuna, na Guia, que decorrerá no dia 26 de outubro.

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste