“Estamos a viver uma guerra sem bombas”

.

Aos 76 anos, João Leal continua a lutar para que o Algarve não seja apenas um paraíso para alguns e um inferno para muitos. “Temos sido subalternizados durante toda a vida”, frisa o professor e jornalista com 58 anos de carreira. Em entrevista ao JA, João Leal lembra que ainda há um destino a cumprir com o Algarve – a regionalização – “porque a região merece mais”. Por outro lado, refere-se à atual crise como uma “guerra sem bombas”, que está a provocar “muitas baixas” entre os algarvios, especialmente os mais carenciados. É este o homem que será homenageado pelo Algarve esta sexta-feira, dia 6, em Boliqueime…

(Toda a entrevista na última edição do JA – dia 5 de junho)

NC/JA

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

+ Populares

- Publicidade -castro-marim-santos
- Publicidade-spot_img

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste