Expomar regressa a Olhão

Evento realiza-se entre 28 de Abril e 2 de Maio e faz parte de uma estratégia de desenvolvimento ligada ao Mar, à Ria implementada pela Câmara.

A EXPOMAR está a ganhar um espaço próprio em termos nacionais. Na sua sétima edição abre portas com orgulho redobrado ou não tivesse conseguido mais expositores do que em qualquer outro ano. Tanto o programa de colóquios como o recinto vão estar repletos de pontos de interesse para os mais variados públicos A Expomar – Feira do Mar e das Atividades Náuticas, regressa a Olhão entre 28 de Abril e 2 de Maio. O recinto permanece no Jardim Pescador Olhanense e abre oficialmente as suas portas no dia 28 com a exposição do equipamento ROV que foi recentemente adquirido por Portugal para explorar o fundo dos oceanos. O equipamento irá ser apresentado pela Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental uma das muitas instituições que marcam neste evento. De acordo com a organização do evento, apesar da crise económica, o evento conseguiu ganhar terreno e este ano é o único do género que se realiza em solo nacional. Ao longo dos 5 mil m2 do recinto vão estar cerca de 40 expositores, ou seja, o maior número registado desde o lançamento desta iniciativa que vai na sua sétima edição. O edil olhanense, Francisco Leal, afirma que este é um evento que integra a estratégia de desenvolvimento do concelho que a autarquia tem vindo a implementar. Convicto de que os impactos deste e outros eventos que se realizam no concelho que têm impacto nacional não devem ser medidos pelos impactos imediatos mas principalmente pelos resultados a médio e longo prazo, Francisco Leal acredita que esta é uma estratégia eficaz. A presença de cada vez mais instituições nacionais e internacionais no concelho e o crescente interesse demonstrado por investidores privados são alguns dos factos que o edil considera que validam a estratégia. Durante cinco dias, os visitantes terão muitas razões para se deslocar a este evento cuja entrada é gratuita. Além dos mais recentes modelos de embarcações de recreio o recinto conta com várias sugestões para quem pratica campismo e caravanismo. A pesca e aquacultura e artigos de desporto também marcam presença no evento. Nos dias 1 e 2 de Maio os visitantes podem apreciar uma exposição de meios e atividades da Marinha, atividades escutistas, demonstrações do cão de água, experimentar um passeio de kayak na Ria Formosa e são convidados a participar nas campanhas de sensibilização ambiental. A organização está a preparar dois momentos de limpeza de praias. No dia 29, a limpeza vai realizar-se durante a manhã na Ilha da Armona enquanto no dia 1 será a vez da Ilha da Fuseta. Os participantes têm como ponto de encontro o Cais T-Olhão, pelas 9h30, de ambos os dias. O evento contará ainda com a presença do secretário de Estado Adjunto da Agricultura e das Pescas, Luís Medeiros Vieira, da Governadora Civil de Faro, Isilda Gomes, do edil olhanense, Francisco Leal e do reitor da Universidade do Algarve, João Guerreiro, no último dia. Património e Biodiversidade em foco O auditório da feira vai ser o ponto de encontro para a discussão de vários temas que integram o programa de colóquios e exposições da feira. “O Património Marítimo e Terrestre – propostas de valorização e estudos recentes” é o tema do debate que inaugura os trabalhos do auditório da Expomar 2010 que tem início marcado para as 15h00. No dia 30, Carlos Costa Monteiro do IPIMAR irá moderar o seminário “A Pesca e a Gestão da Biodiversidade Marinha”. Em foco estarão as seguintes questões: o Livro Verde e a reforma da política comum de pescas, o papel das organizações de produtores na sustentabilidade económica e ambiental das pescarias, a certificação da pescaria de sardinha portuguesa como fator de competitividade e sustentabilidade e o projeto Corvina.

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste