Exposição revela objetos encontrados em escavações arqueológicas

.

O museu municipal de Arqueologia de Silves está a apresentar a exposição “Os Signos do Quotidiano – Gestos, Marcas e Símbolos no Al-Ândalus”. A exposição, que integra o programa do X Congresso Internacional “A Cerâmica Medieval no Mediterrâneo”, apresenta alguns exemplos de objetos encontrados em escavações do período islâmico do Ocidente da Península Ibérica, o Gharb al-Ândalus, esclarecendo alguns dos seus significados menos evidentes.

Tendo em consideração que os objetos conservados do passado islâmico mostram indícios que é preciso decifrar e interpretar, esta mostra está organizada de acordo com três eixos principais: Símbolos, Gestos e Marcas, eixos estes que pretendem demonstrar, respetivamente, imagens representativas de ideias abstratas, aspetos dos objetos que ilustram costumes e vivências das pessoas que os utilizaram e sinais deixados nos objetos pelo seu uso.

Desde tigelas a insígnias, escápulas, púcaros, fragmentos, telhas, cantis, amuletos, cântaros, lanternas e tinas são inúmeros os objetos desta exposição, da autoria do campo arqueológico de Mértola, e que foram encontrados em diversas localidades, como Mértola, Silves, Palmela, Tavira, Vilamoura, Albufeira, Moura e Alarcos (Espanha).

A exposição “Os Signos do Quotidiano – Gestos, Marcas e Símbolos no Al-Ândalus” poderá ser visitada até fevereiro de 2013.

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste