Exposição revela importância histórica do rio para Silves

O Museu Municipal de Arqueologia está a apresentar a exposição “Silves no Tempo e pelo Mar Adentro”. Esta mostra, que estará patente ao público na sala de exposições temporárias deste museu, permanecerá visitável até maio de 2020.

A exposição – composta por informação escrita, imagens e objetos arqueológicos – pretende ajudar a contar a intensa relação que Silves sempre manteve com o seu rio.

“Procurar-se-á, deste modo, dar a conhecer aos visitantes da cidade a importância que o rio – que é um elemento central da história que se conta nesta edição da Feira Medieval de Silves – teve ao longo da vida desta cidade”, explica Rosa Palma, presidente da Câmara Municipal de Silves.

“Não queremos que este evento seja somente um evento de animação, mas de verdadeira descoberta da história da nossa cidade e da importância que ela teve ao longo do tempo e, nesse sentido, é importante compreender o papel do rio no seu desenvolvimento e no relacionamento que estabeleceu com povos de origens tão distantes como os vikings”, salienta a autarca.

A proximidade ao mar fez do território de Silves um espaço ocupado pelo homem desde, pelo menos, a Idade do Ferro, altura em que se funda nas imediações da atual cidade um entreposto comercial que manteve atividade até à época islâmica. É a este último período que remonta a mais antiga fonte escrita alusiva a Silves, que descreve a partida do porto da cidade do poeta e diplomata Al-Gazali, para ir à terra dos normandos negociar a paz.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste