Faleceu Beatriz Cabrita, ex-presidente do Hospital de Faro

Beatriz Maria Palma Aleixo Cabrita nasceu em São Tomé e Príncipe e formou-se no Porto, onde viveu desde os dois anos.

Foi médica no Hospital de Faro desde 1982, ano em que iniciou o internato em ginecologia e obstetrícia. A escolha do Algarve para trabalhar deveu-se ao seu gosto pela região e ao facto de ter raízes familiares no território mais a sul de Portugal.

Durante alguns anos abandonou o Hospital de Faro para exercer medicina privada, mas no ano 2000 foi convidada para presidir o Conselho de Administração do Hospital Distrital de Faro, cargo que assumiu durante dois anos e meio.

Foi uma apoiante da construção do novo Hospital Central do Algarve.

Horário Guerreiro, atual diretor clínico do CHUA, disse ao JA que conheceu Beatriz Cabrita “há muitos anos” e por serem “da mesma geração” fizeram inclusive o internato na mesma altura, o que reforçou os laços de amizade entre ambos.

Em relação ao seu mandato, Horário Guerreiro considera que foi “pacifico”, numa gestão que “não foi tumultuosa”.

- Publicidade -

Horário Guerreiro descreveu Beatriz Cabrita como “uma pessoa muito tranquila, com excelente relação com o utente e com as suas equipas, muito responsável e que merecia o apreço de toda a gente”. O diretor clínico fez questão de salientar “o sentido de responsabilidade, a honestidade, a competência e dedicação à profissão”, como qualidades inegáveis de Beatriz Cabrita.

“Esta situação é muito triste para todos que a conheciam e também por ser tão nova”, lamenta Horário Guerreiro, que considerou que os seus últimos anos “foram muito infelizes”.

Também António Lagoa, médico na especialidade de Ginecologia e Obstetrícia fez questão de lamentar a situação e de expressar ao JA o apreço por Beatriz Cabrita enquanto profissional e como pessoa, com quem tinha “uma grande ligação”.

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR), José Apolinário, recordou ao JA Beatriz Cabrita como uma “profissional respeitada, empenhada e dedicada à sua profissão”.

No ano de 2005, Beatriz Cabrita começa a intervir na política a convite de José Apolinário, integrando a sua lista do Partido Socialista que venceu as eleições autárquicas para a Câmara Municipal de Faro.

“Representava uma das vozes da sociedade civil e, com ela, sempre com prioridade à sua profissão de médica, com a colaboração de uma equipa técnica extraordinária, em concertação com as instituições particulares de solidariedade social e o terceiro setor, fomos construindo um programa de ação de investimentos na área social que marcou o município de Faro na última década”, refere o responsável ao JA.

José Apolinário acrescenta que “é pois com tristeza, mas também com reconhecimento que apresento publicamente os pêsames à sua família”.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste