Falha dos travões terá provocado acidente aéreo na Rússia

.

Investigadores acreditam que um defeito nos travões terá sido responsável pelo acidente aéreo, no sábado, em Moscovo

.

Os investigadores russos encarregados de apurar as causas do despiste de um Tupolev no sábado em Moscovo atribuíram o acidente a um defeito no sistema de travagem.

No sábado à noite, as equipas de socorristas encontraram a caixa negra do Tupolev-204 da companhia Red Wings, que pertence ao magnata Alexander Lebedev.

“O avião tocou a pista na posição certa para a aterragem, mas por uma razão ainda desconhecida não conseguiu parar”, disse à televisão Alexander Neradko, diretor da agência federal de transporte aéreo. O aparelho acabou em chamas numa autoestrada junto ao aeroporto.

Uma fonte não identificada da equipa de investigadores do caso disse à agência Interfax que, “segundo dados preliminares, os pilotos usaram todos os sistemas de travagem disponíveis no avião”.

“Mas, por algum motivo, a máquina não conseguiu parar e continuou a mover-se ao longo da pista. “Muito provavelmente, a causa foi um defeito nos motores reversíveis ou nos travões”.

Oito membros da tripulação a bordo

O número limitado de vítimas deve-se ao facto de o aparelho de 210 lugares não ter a bordo passageiros, mas apenas oito membros da tripulação que regressavam da República Checa.

Cinco tripulantes morreram e três ficaram feridos, de acordo com fontes oficiais.

O avião partiu-se em três e o acidente levou ao encerramento temporário da autoestrada entre Kiev e Vnukovo, o terceiro aeroporto de Moscovo.

Alexander Lebedev afirmou que o avião foi recentemente submetido a um controlo minucioso.

(Rede Expresso)

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste