ALGARVE

Falta de médicos em Aljezur preocupa deputados PS

Município de Aljezur

Os deputados do Partido Socialista eleitos pelo círculo de Faro questionaram o Governo sobre as medidas que tenciona implementar para “garantir uma adequada e eficiente cobertura da rede de cuidados de saúde primários no Algarve, designadamente no concelho de Aljezur“.

Numa pergunta dirigida à ministra da Saúde, os deputados Luís Graça, Jamila Madeira, Maria Joaquina Matos, Ana Passos e Francisco Pereira Oliveira recordam que “não são de hoje as dificuldades em atrair e fixar médicos na região do Algarve”.

“Apesar da abertura regular de concursos, algumas vagas, nomeadamente nos concelhos do interior da região, persistem em ficar sem interessados”, apontam, referindo que a Administração Regional de Saúde do Algarve tem procurado colmatar essas faltas “recorrendo a empresas para a contratação de médicos, mas nalguns casos, nem mesmo assim, se conseguem preencher as vagas”, o que “deixa as populações e os seus representantes locais preocupados e desagradados”.

Os parlamentares do PS lembram ainda que o presidente do Município de Aljezur, José Gonçalves, fez saber recentemente que o quadro médico naquele concelho ficou reduzido a um profissional de saúde, “exigindo medidas e soluções imediatas, de modo a colmatar esta situação de fragilidade ao nível dos cuidados de saúde primários num município onde a Câmara Municipal é um exemplo de parceria com o Estado”.

Como exemplos dessa parceria, os socialistas algarvios apontam o apoio financeiro da autarquia ao aluguer de casas para residência dos médicos ali colocados, assim como, “conjuntamente com os restantes 15 municípios do Algarve, o aumento do número de vagas de alunos na Faculdade de Medicina da Universidade do Algarve, a aquisição de uma Unidade Móvel de Saúde, de equipamento para fisioterapia ou a criação de um gabinete médico dentista”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste