ALGARVE ÚLTIMAS

Famílias de Faro e de Vila Real de Sto António são as que recebem mais ajudas das autarquias

A câmara municipal da capital algarvia e a da cidade pombalina foram as únicas do Algarve distinguidas com o galardão “Autarquia + Familiarmente Responsável”

.

As câmaras municipais de Faro e Vila Real de Santo António voltaram a ser distinguidas este ano pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) com o galardão “Autarquia + Familiarmente Responsável 2012”. Os prémios serão entregues no próximo dia 24.

Com a atribuição deste distintivo, estas duas autarquias algarvias, as únicas da região que foram galardoadas, juntam-se ao conjunto de 35 municípios, a nível nacional, que vêm adotando medidas facilitadoras da vida familiar dos seus residentes.

Refira-se que dos 308 municípios portugueses, apenas 103 responderam ao inquérito do denominado Observatórios das Autarquias Familiarmente Responsáveis, que avalia as ajudas concedidas pelas autarquias às famílias em diversas áreas. Entre os municípios que responderam ao inquérito, 68 ficaram de fora por não atingir os parâmetros exigidos. A APFN acabou por distinguir apenas 35 municípios em todo o país (cinco no norte, onze no centro, 12 na região de Lisboa e Vale do Tejo, três nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, dois no Alentejo e dois no Algarve).

Este reconhecimento resulta das políticas de família adotadas pelas autarquias em diversas áreas de atuação, nomeadamente o apoio à maternidade e paternidade, apoio às famílias com necessidades especiais, serviços básicos, educação e formação, habitação e urbanismo, transportes, saúde, cultura, desporto, lazer e tempo livre, cooperação, relações institucionais e participação social.

Foram igualmente apreciadas as boas práticas das câmaras municipais para com os seus funcionários no que se refere à conciliação entre a vida profissional e familiar.
Os dados recolhidos através dos inquéritos efetuados às autarquias estão disponíveis no sítio do Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (www.observatorioafr.org), permitindo a todos os interessados conhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios premiados.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, que recebe o galardão pelo quarto ano consecutivo,esta distinção dá “ainda mais visibilidade às práticas de proximidade e às medidas sociais em vigor destinadas a melhorar a qualidade de vida das famílias do concelho”.

“Mesmo num cenário de contenção económica, soubemos ser criteriosos e manter os apoios sociais para quem mais precisa”, concluiu o autarca.

A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) iniciou, em janeiro de 2002, uma colaboração com as autarquias no sentido da construção de uma Política Autárquica de Família. Na sequência deste trabalho, a APFN decidiu alargar-se para um novo conceito: as Autarquias Familiarmente Responsáveis.

Partindo deste novo modelo, a partir de 2007 procedeu à realização de inquéritos junto dos municípios do país com vista a efetuar um levantamento exaustivo das boas práticas existentes. Após esse trabalho, a APFN criou um Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) e é nesse seguimento que este ano se volta a realizar a quarta edição da iniciativa “Autarquia + Familiarmente Responsável”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste