Faróis de Alfanzina e Santa Maria receberam 9 mil visitantes em dois meses

Os Faróis de Alfanzina (no concelho de Lagoa) e Santa Maria (num dos extremos da ilha da Culatra), são dois dos grandes faróis do Algarve e estiveram abertos a visitas, todos os dias, durante os meses de julho e agosto. Tal só foi possível graças à assinatura de um protocolo de colaboração entre Autoridade Marítima Nacional, o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), as câmaras municipais de Faro e Lagoa e as Associações “Designers do Sul” e a “Lagoa Académico Clube”, que se juntaram a este projeto reunindo os voluntários para apoiar as visitas.

Segundo os responsáveis, este protocolo, que se repete pelo terceiro ano consecutivo, “tem-se revelado uma iniciativa de sucesso, tanto pela envolvência voluntária dos jovens da região na divulgação do seu património, como no número de visitantes”, que não para de crescer, sendo que o número de visitantes em 2019 ascendeu a 6.450 no Farol de Santa Maria e 2.440 no Farol de Alfanzina, num total de 8.890 visitantes em dois meses.

Este número representa um aumento de aproximadamente 40% em relação ao primeiro ano desta colaboração e de 14% em relação ao ano passado.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste