CULTURA

Feira do Livro de Faro regressa à baixa da cidade

Leitura de livros

A 44ª edição da Feira do Livro de Faro realiza-se até domingo e inclui sessões com escritores, para além de uma feira numa antiga loja na baixa da cidade, anunciou a autarquia.

Com o intuito de respeitar as diretivas das autoridades de saúde “o certame” irá realizar-se no espaço de uma antiga loja na Rua de Santo António, entre as 10:00 e as 20:00, segundo o comunicado. 

Já as sessões com os escritores e outros convidados acontecem no Club Farense e no Ginásio Clube de Faro, situados em ruas pedonais da baixa da cidade próximas do local da feira do livro.

No espaço da feira estará em permanência a exposição “O Morcego Bibliotecário”, de Paulo Galindro e o espetáculo “Os Poetas não Morrem”, pelo ator Fernando Cabral, que pretende revisitar, em diferentes momentos, a vida e a obra de Luís de Camões, António Aleixo e Fernando Pessoa.

Na mesma nota, a autarquia destaca para quinta-feira às 18:00 uma sessão com o escritor Afonso Cruz, moderada por Hélder Beja no Ginásio Clube de Faro, que, na sexta-feira à mesma hora, conversa com Bruno Vieira Amaral. 

Ainda na quinta, no mesmo local, a associação ARQUENTE apresenta às 21:30 “Diz-me António”, um espetáculo de dança contemporânea inspirada no universo do poeta algarvio António Aleixo.

No sábado às 11:30 é apresentado no Club Farense o livro “Avó de Coração”, de Cristina Taquelim, com a moderação de Ana Soares, local onde às 21:00 será o palco para “Poesia 21 – Espetáculo Literário”.

Já o Ginásio Clube de Faro recebe às 15:00, uma conversa com Tânia Ganho, às 16:30 a “Entrevista de Vida” a Joana Bertholo e às 18:00 Cristina Taquelim apresenta “Contos para Adultos”.

No domingo às 11:30 é a vez de “Hora do Conto”, por Joana Maria Ramos, no Ginásio Clube de Faro, às 16:30 a “Entrevista de Vida” a Patrícia Muller e às 18:00, a performance “Fui à Cabine e Roubei um Livro”, produzida pelo LAMA.

No Club Farense às 15:00, Ana Soares modera o encontro com Rui Cardoso Martins, escritor, jornalista e argumentista português, antigo repórter e cronista no Público e um dos fundadores das Produções Fictícias,

O município de Faro termina assumindo o seu “compromisso de apoio à atividade cultural, à promoção do livro e da leitura”, apesar dos constrangimentos causados pela situação sanitária.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste