Feira Medieval de Silves retrata a relação com os Vikings

O município de Silves apresentou esta semana a imagem da XVI Feira Medieval de Silves. Criada mais uma vez pelo fotógrafo André Boto, reflete a história que este ano será retratada no evento e que dá a conhecer a partida do porto de Silves de Al-Gazalī, embaixador muçulmano que parte em missão diplomática à terra dos Majus (Vikings), no ano de 844, e a sua permanência junto deste povo do norte da Europa.

Esta história representa a mais antiga fonte escrita relativa a esta que foi uma das mais distintas cidades do Gharb al-Andalus.

“Nesta edição da Feira Medieval de Silves trazemos, novamente, a todo o público, um evento forte e com uma dinâmica única na região”, revela a presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma, prosseguindo: “Em 2019, vamos dar a conhecer algo que, se calhar, poucos sabem, mas que faz parte desta história tão rica do nosso concelho: a relação que Silves teve com os Vikings, que ameaçaram o Gharb no século IX, e, por isso, saiu de Silves (Xilb) uma embaixada liderada por um astuto diplomata e poeta, chamado Yahya b. Ḥakam al-Bakrī, melhor conhecido por Al-Gazalī (A Gazela), que ao serviço de Abd al-Rahman II se dirigiu ao norte da Europa, ao encontro dos Vikings, para negociar a paz, que acabou por durar aproximadamente um século”.

Rosa Palma destaca que dar a conhecer “toda esta história é já uma novidade, mas teremos mais pontos de animação e surpresas no fantástico cenário natural da cidade, que é perfeito para a realização deste evento e que contribuirão para cimentar o prestígio que o certame granjeou ao longo destes anos no Algarve, no país e até mesmo na Europa”.

Tags

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste