Fernando Pessanha apresenta livro sobre Cristóvão Mendonça em Faro

Vai ter lugar amanhã, pelas 21h30, no Museu Municipal de Faro a apresentação do estudo “Cristóvão de Mendonça, navegador no Oriente e capitão de Ormuz – um desconhecido comendador de Arenilha”, pelo historiador Fernando Pessanha.

Depois das apresentações no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes, em Vila Real de Stº António, e na Casa Álvaro de Campos, em Tavira, o historiador algarvio irá partilhar, numa iniciativa organizada pelo Círculo Cultural do Algarve, os resultados da investigação publicada na Revista da Associação Ibérica de História Militar e  lançada em separata pela Editora Guadiana, de Vila Real de Santo António. 

De acordo com Pessanha, «independentemente das rebuscadas teorias acerca da alegada “descoberta” da Austrália por Cristóvão de Mendonça, a sua identificação como comendador de Arenilha vem reforçar a grande importância que o sotavento algarvio teve nos inícios do séc. XVI». De facto, o controverso navegador aparece referido como comendador da vila de Arenilha, a comenda da Ordem de Cristo da foz do Guadiana, após as suas explorações nos mares da Australásia e posterior regresso ao reino, em 1524. Segundo o investigador do Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes, a atribuição da comenda de Arenilha a este navegador reveste-se de “grande interesse”, na medida em que muitos cavaleiros da Ordem de Cristo se lançaram no projecto expansionista português, ainda que muito poucos tivessem chegado a obter as tão almejadas comendas como recompensa pelos serviços prestados.

A sessão terá lugar na Sala de Pintura Antiga do Museu Municipal de Faro.  A entrada é livre.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste