Fernando Pessanha apresenta obra sobre pirataria na foz do Guadiana

.

A obra “Ataques da pirataria à foz do Guadiana e a acção de António Leite, alcaide-mor de Arenilha”, do historiador algarvio Fernando Pessanha, vai ser apresentada no próximo dia 15 de Novembro, pelas 18h00, no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes, em Vila Real de Santo António.
Esta conferência, que está integrada no ciclo Arquivo entre Histórias, pretende apresentar os resultados da investigação publicada no vol. XL dos Anais do Município de Faro, editada como separata pela Editora Guadiana, de Vila Real de Santo António.

De acordo com o investigador, a apresentação desta investigação tem por objectivo fazer com que um assunto pouco estudado pela historiografia consiga chegar a um maior número de pessoas. “Toda a gente sente uma enorme curiosidade em relação à actividade do corso e da pirataria. Porém, e ainda que saibamos que as costas do Algarve foram assoladas pela actividade pirática ao longo de toda a Idade Moderna, pouco se sabe de concreto, nomeadamente, no que se refere à foz do Guadiana, a principal via de penetração do Sudoeste peninsular”, defende o investigador do Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes.

Por outro lado, este breve trabalho pretende demonstrar que a “misteriosa” vila de Santo António de Arenilha teve muito mais dinamismo do que inicialmente se pensava, “em virtude do seu porto, por onde passava o tráfego de escravos e outros produtos provenientes das nossas praças do Norte de África”.

A entrada é livre.