Fernando Reis será homenageado em concerto da filha Susana Travassos

Neste concerto, repleto de simbolismo, Susana Travassos apresenta temas do seu último disco gravado em Buenos Aires, um projeto que já passou pela Coreia do Sul, Espanha, Argentina e Uruguai, onde propõe uma viagem às suas raízes algarvias e presta uma homenagem a Fernando Reis, seu pai, cantando temas que “permearam a vida e o amor entre pai e filha”.

“Fernando Reis, que acaba de nos deixar, foi um romântico. A forma como segurou este jornal, acreditando que a força das palavras contribuía para a inteligência viva, para o benefício da notícia justa e a independência do pensamento, fez dele uma personalidade marcante. Foi diligente numa região de indolência, foi pronto numa sociedade de adiamento, foi atento e prático, no meio de uma cultura de inércia. Para quem acredita na capacidade de resistência num meio hostil à comunicação social, Fernando Reis foi um exemplo de crença no jornalismo de proximidade. 

Quanto o Algarve lhe deve? Quanto devemos a Fernando Reis? Não podemos dizer quanto porque o seu legado não pode ser avaliado em números. Sabemos sim, que adaptou o Jornal do Algarve aos desafios que se levantaram à imprensa regional na passagem do milénio, e que soube resistir à grande vassoura digital, que leva para o mesmo local do evanescente, quer o bom quer o mau. A chegada, semanalmente, à nossa mesa, do jornal do Fernando Reis, envolto numa cinta de papel usado, aproveitado dos restos, comovia. E comoverá. É preciso ser esperançoso. A sombra benigna de Fernando Reis inspirará quem se lhe segue. Todos desapareceremos, mas o sulco que fazemos na terra onde vivemos será mais forte do que a nossa fotografia. Fixem a fotografia de Fernando Reis, a sua causa tem muito para contar.”, escreveu a escritora Lídia Jorge, em homenagem a Fernando Reis.

Guiados pela voz de Susana Travassos, Giovanni Barbieri estará ao Piano, Elodie Bouny na Guitarra, Francesco Valente no Baixo, Hugo Fernandes no Violoncelo, Bruno Silva na Viola, Denys Stetsenko no Violino, Sebastian Scheriff na Percussão, Martin Sued no bandoneon, num espetáculo que conta com a produção de Camila Carnicelli.

O bilhete para o concerto tem um custo de oito euros para o público geral.

Sobre Susana Travassos 

Susana Travassos nasceu em Faro e viveu até aos 18 anos em Vila Real de Santo António onde começou cedo o seu percurso musical. Aos cinco anos iniciou seus estudos de acordéon, mais tarde passou a estudar piano, canto lírico até frequentar a escola de jazz do Hot Club, em Lisboa. Dona de uma voz clara e precisa, Susana tem uma intensidade interpretativa pouco comum. Em 2008 lançou o seu primeiro CD, Oi Elis, em homenagem à cantora Elis Regina. O seu segundo álbum, Tejo-Tietê (2013), é uma parceria com o compositor brasileiro Chico Saraiva e intercala composições do próprio com clássicos de Portugal e Brasil. Nos últimos anos Susana vem conquistando um espaço de prestígio na América Latina, onde já possui um público seguidor, ganhou admiradores e respeito por parte da imprensa. Durante o período vivido no Brasil, atuou ao lado de artistas como Yamandu Costa, Toninho Horta, Chico Pinheiro, Chico César, Zeca Baleiro, entre outros. Em 2019 a cantora lançou seu terceiro CD, Pássaro Palavra, seu primeiro trabalho autoral, gravado em Buenos Aires, que conta com canções próprias, além de composições inéditas de Luísa Sobral e Melody Gardot. Um trabalho que representa a sua maturidade artística e certamente coloca Susana Travassos entre as principais cantoras portuguesas da sua geração.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste