CULTURA ÚLTIMAS

Festival de teatro de Albufeira aposta em temas da mulher

[mobileonly] [/mobileonly]

O Festival T – Festival Internacional de Teatro de Albufeira está de regresso e aposta em temas relacionados com o feminino. Numa organização do município e Companhia de Teatro Contemporâneo, o festival arrancou ontem e culmina a 31 de março.

Esta quinta-feira, dia 28, há para ver, às 21h30, “My Wife”, sobre as amizades românticas de Virginia Woolf com a escritora Vita Sackville-West, com a compositora e escritora Ethel Smith e com a pesquisadora Violet Dickinson, a quem chamava “My wife”. No final, haverá um debate intitulado “As amizades românticas entre mulheres e entre homens; o que é o ‘género’?”.

Na sexta-feira, 29, a ‘UmColetivo’ apresenta, às 11h00, o espetáculo “Rosa dos Ventos”, um espetáculo destinado a crianças a partir dos três meses. À noite, com a assinatura de Graça Corrêa, sobe ao palco “Sangue de Lorca”, um espetáculo que fala da vida e obra de Federico Garcia Lorca, da guerra civil de Espanha, da sua orientação homossexual, da opressão, das mulheres e da poesia.

Já no sábado, a partir das 21h30, as portas abrem-se a “Correr o Fado”, pela companhia Jangada Teatro. O espetáculo tem como mote uma tradição popular que refere que o sétimo filho, se for rapaz, nasce “tardo” ou “trasgo”. Por isso, é preciso “correr o fado” para quebrar a maldição.
O Festival T despede-se com “O Principezinho”, também pela Jangada Teatro, num espetáculo na tarde de domingo, 31, às 15h00. Este espetáculo, que tem lotado salas em todo o país, tem por base a obra de Saint-Exupéry, com encenação e adaptação de Xico Alves.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste