Festival do Berbigão transforma pequena aldeia de Portimão

A organização do Festival do Berbigão está a preparar “cerca de uma tonelada e meia” deste molusco para fazer as delícias a mais de seis mil pessoas. O evento, que tem lugar no próximo fim de semana, transforma a pacata aldeia da Figueira num palco de celebração da gastronomia tradicional. E já lá vão 17 anos…!

Massa de berbigão, arroz e papas do mesmo, rissóis de berbigão e berbigão ao natural. Estas são apenas algumas das propostas do Festival do Berbigão, que vai ter lugar mais uma vez na aldeia da Figueira, que dedica todos os verões a este molusco.

A 17ª edição do evento decorre no próximo fim de semana, 14 e 15 de setembro, no polidesportivo desta localidade da freguesia da Mexilhoeira Grande, em Portimão, entre as 19h00 e 01h00.

Este certame estima receber nos dois dias de festa “cerca de seis mil visitantes” e volta a fazer as delícias de residentes e turistas como um evento gastronómico, por excelência, onde o berbigão é confecionado das mais diversas formas: massa de berbigão, arroz de berbigão, papas de berbigão, rissóis de berbigão e, claro, berbigão ao natural.

“Este festival gastronómico aposta em pratos confecionados com berbigão, mas os visitantes também poderão deliciar-se com outros bivalves igualmente apreciados – as ostras confecionadas no local –, bem como com a doçaria e a pastelaria local, que estão igualmente ao dispor, bem como outros comes e bebes, tudo a preços muito apelativos”, realça a organização do festival.

O recinto tem capacidade para cerca de 600 lugares sentados e irão ser preparadas cerca de “uma tonelada e meia de berbigão” para fazer as delícias às milhares de pessoas que procuram um dos pratos mais genuínos e saborosos da gastronomia regional.

“Este bivalve saboroso, tradicionalmente confecionado de uma forma simples, surge neste certame sob as mais diversas formas, sempre tendo como base um pouco de azeite, um ramo de salsa ou coentros e um dente de alho”, acentuam os promotores.

Uma verdadeira festa típica”

A música garantirá o entretenimento para que toda a gente possa dançar. No primeiro dia, o programa inclui a atuação da acordeonista Vera Lúcia e o espetáculo com Vânio e Bailarinas, enquanto, no dia seguinte, após a atuação do acordeonista Ricardo Alves, a música ficará a cargo de The Peakles – um tributo aos Beatles que promete encantar o público.

“Este festival de dois dias e com mil e uma iguarias oferece a oportunidade para experienciar uma verdadeira festa típica, enriquecida pela comunidade e visitantes e pela gastronomia tradicional algarvia”, sublinha a organização.

Com uma forte componente voluntária, o Festival do Berbigão conta com mais de 100 voluntários, que começam a trabalhar quinze dias antes na preparação do evento para que cada edição seja inesquecível e deliciosa.

Cada ano que passa, este festival bate o recorde de entradas: o número de visitantes no ano de 2018 foi de 7.000, 2017 foi de 6.000 e no ano de 2016 foi de 5.000.

A Figueira organiza há 17 anos consecutivos este festival, em honra ao lugar especial que o berbigão tem no seu coração, pois a apanha deste molusco na ria de Alvor data bem para lá da antiguidade, tendo este negócio sustentado muitas famílias locais em tempos idos.

O certame vai decorrer entre as 19h00 e a 01h00 e a entrada custa 3,5 euros, numa organização da Sociedade Recreativa Figueirense, com os apoios da Câmara Municipal de Portimão e da Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste