Filas já começaram em busca de combustível

Em vários postos de abastecimento da região algarvia já estão formadas longas filas devido à greve que deverá começar na próxima segunda-feira.

É o caso do posto de abastecimento do Intermarché, em Lagos, onde desde esta manhã existe uma fila interminável de viaturas à espera de abastecer, que estão a provocar perturbações no trânsito.

Os relatos de filas também já começaram um pouco por toda a região, registando-se nas últimas horas uma maior afluência às bombas na maioria dos concelhos algarvios, que, por estes dias, acolhem milhares de turistas.

As petrolíferas admitem que esta situação pode levar a ruturas momentâneas que fazem parte da normal reposição de stocks de cada posto.

A greve prevista para o próximo dia 12 de agosto ameaça, assim, “parar” novamente o Algarve. A região vai contar apenas com mais dois postos de abastecimento de emergência em relação à greve de abril, o que é “claramente insuficiente”, reclamam os empresários algarvios.

Os 22 postos de emergência previstos para a próxima greve dos motoristas – apenas mais dois do que na paralisação do passado mês de abril – são “certamente insuficientes” para o Algarve, ainda por cima durante o pico do verão.

Entretanto, foi lançada uma plataforma, chamada “Já não dá para abastecer“, que permite identificar os postos de combustível da rede de emergência e a sua disponibilidade.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste