Fim de apoios extraordinários ao desemprego é irreversível

Os partidos da oposição falharam hoje a tentativa de reverter a eliminação das medidas extraordinárias de apoios sociais e ajudas ao emprego e a entrada em vigor, no próximo mês, das novas regras de atribuição do subsídio de desemprego.

Os projetos de resolução do PCP, Bloco de Esquerda (BE) e CDS sobre estas matérias foram rejeitados com os votos contra do PS e do PSD, que deixaram duras críticas às medidas adotadas pelo Executivo.

As medidas extraordinárias que o Governo tinha lançado este ano para combater a crise com reforço dos apoios sociais e ajudas ao emprego terminaram na quinta feira, após uma resolução de conselho de ministros, no âmbito da concretização do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) 2010-2013.

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste