FORMOSA 2.0 é o novo projeto ambiental de proteção da Ria Formosa

Para dar vida ao projeto, a Sê Mais Sê Melhor procura voluntários na sua comunidade local

Com o objetivo de combater a proliferação de plantas invasoras e a acumulação de lixo, a Associação para a Promoção do Potencial Humano (Sê Mais Sê Melhor) apresenta o seu novo projeto ambiental: o FORMOSA 2.0.

Este microprojeto dá um passo em frente “na tentativa de proteger e conservar o meio ambiente” começando com o que está mais perto de nós: a Ria Formosa. Há anos que o este ecossistema tem vindo a sofrer com a multiplicação de plantas invasoras, cuja presença limita o crescimento da flora nativa e destrói o habitat de muitas espécies locais.

O FORMOSA 2.0 tem planeadas ações de mapeamento, monitorização e remoção de invasoras e de resíduos, ações de sensibilização e capacitação para a adoção de comportamentos ambientalmente responsáveis e a criação de materiais de sensibilização digitais/sustentáveis.

Para dar vida ao projeto, a Sê Mais Sê Melhor procura voluntários na sua comunidade local que desejem contribuir para um planeta mais sustentável. Para mais informações poderá contactar a Associação através das redes sociais (Facebook e Instagram), através do website https://www.semaissemelhor.org/projetos/formosa-2-0 ou do e-mail [email protected]

Esta iniciativa conta com o apoio financeiro do ACCIONAD-ODS, que é cofinanciado pelo EP- Interreg V Espanha Portugal (POCTEP). Este promove um quadro de cooperação institucional transfronteiriça entre organizações e instituições da Andaluzia Ocidental, Extremadura (província de Badajoz e Cáceres) e as regiões do Algarve e Alentejo.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste