ALGARVE ENTREVISTA ÚLTIMAS

Francisco Amaral: “Só me sinto bem a servir os outros”

.
.

Depois de quatro mandatos à frente da Câmara Municipal de Alcoutim, o médico Francisco Amaral candidata-se ao concelho vizinho de Castro Marim. Em entrevista ao JA, o autarca explica o que o levou a aceitar candidatar-se naquele município e deixa a sua opinião acerca da lei que limita os mandatos dos autarcas

.

Há cerca de um ano, dizia que ainda não tinha decidido se aceitaria o convite do PSD para ser candidato em Castro Marim. O que é que o levou a aceitar?
Certamente não foi o meu interesse pessoal, porque irei auferir o mesmo, caso ganhe ou não. Por outro lado, não tenho quaisquer interesses imobiliários ou terrenos que pretenda valorizar. Acima de tudo, pesou o meu “bichinho” pelo exercício do serviço público. Só me sinto bem a servir os outros. Por outro lado, o que pesou muito na minha decisão final foram as muitas manifestações de apoio, simpatia e entusiasmo dos castromarinenses.

Tem sido criticado por Alcoutim ser um dos concelhos que perdeu mais população nos últimos anos. Quer comentar?
Todas as freguesias da serra algarvia, de Alcoutim a Aljezur, assim como todas as freguesias alentejanas e a esmagadora maioria das freguesias do interior do país, estão a perder população e a envelhecer. Quem disser que facilmente resolve esta situação não passa de um charlatão ou de um demagogo, ou então não tem a mínima consciência do que é a desertificação. Há muitos anos que digo que a principal causa da desertificação do nordeste algarvio são os instrumentos de ordenamento do território, que nada ordenam e tudo inviabilizam. Eu costumo dizer que ando “ao colo” com os potenciais investidores em Alcoutim mas, às vezes, não consigo ter sucesso. O mesmo irei fazer em Castro Marim…

…(entrevista completa na edição impressa do Jornal do Algarve que está nas bancas desde quinta-feira, 8 de agosto)

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: