COVID-19

Fronteira terrestre com Espanha reabre amanhã

[mobileonly] [/mobileonly]

A fronteira terrestre com Espanha, que liga a região do Algarve à Andaluzia, reabre às 00:00 desta quarta-feira, após ter sido encerrada a 16 de março devido à pandemia de covid-19.

Os residentes e visitantes da Eurocidade do Guadiana, composta pelos municípios de Vila Real de Santo António, Castro Marim e Ayamonte, vão poder retomar as atividades transfronteiriças, respeitando as medidas de segurança e o distanciamento social.

Para comemorar a reabertura da fronteira, a presidente do município de Ayamonte, Natalia Santos, e os presidentes das Câmaras de Castro Marim e Vila Real de Santo António, Francisco Amaral e Conceição Cabrita, vão reunir-se no Posto de Turismo da Ponte Internacional de Guadiana às 12:00 horas (hora portuguesa), numa cerimónia organizada pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

O encerramento da fronteira, com a circulação permitida apenas a forças de segurança e emergência, trabalhadores transfronteiriços e de mercadorias, “causou um forte impacto sobre a economia”, segundo a Eurocidade do Guadiana, cuja população “teve um impasse sem precedentes nos últimos 120 anos”.

“Portugal é muito importante para nós em todos os sentidos, especialmente para a economia. Ayamonte é um município fronteiriço que tem como principal fonte de rendimento o comércio e o turismo e, portanto, a abertura da fronteira é essencial para a economia local. No entanto, não podemos esquecer de manter todas as precauções e medidas de segurança para continuar lutando contra a pandemia”, disse a presidente da autarquia de Ayamonte, Natália Santos, em comunicado.

Para o diretor da Eurocidade do Guadiana, Luís Romão, “a abertura da fronteira é basicamente um retorno à normalidade. Além da parte económica, a convivência com Espanha faz parte da nossa cultura, das nossas tradições e da nossa identidade. Sentimos falta dos cheiros, sons e sabores da Espanha”.

No entanto, o transporte fluvial entre Vila Real de Santo António e Ayamonte continuará interrompido “devido a atrasos administrativos causados pela crise sanitária” mas espera-se que seja retomado “nos próximos dias”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste