ALGARVE

Funeral da jovem colhida por barco em Tavira junta dezenas de colegas

Uma sentida homenagem de amigos e colegas de Castro Marim, aos quais se juntaram os colegas da Universidade do Algarve a Bruna Madeira, vítima de atropelamento por um barco quando praticava mergulho, foi o ponto alto do funeral da jovem que se realizou hoje.

Dezenas de jovens alunos alinharam-se ao longo das ruas por onde passava o cortejo fúnebre à chegada à vila de Castro Marim, em cujo cemitério a jovem foi sepultada.

A Universidade do Algarve decretou três dias de luto académico em homenagem à jovem aluna, de 20 anos de idade.

Bruna Madeira que ficou ferida com gravidade no domingo, dia 16, ao ser colhida por uma embarcação perto das Quatro Águas, em Tavira, faleceu na manhã de sexta-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, na sequência dos ferimentos sofridos.

O acidente ocorreu em Cabanas de Tavira, quando praticava caça submarina com o pai, a cerca de uma milha da costa. Ao regressar à superfície, foi colhida por uma embarcação de recreio.

Levada para o Cais das Quatro Águas em Tavira, onde recebeu os primeiros socorros pelos Bombeiros de Tavira e INEM, foi transportada por helicóptero para o Hospital de Faro (CHUA), e transferida horas depois para os cuidados intensivos do Hospital de Stª Maria, em Lisboa, acabando por falecer.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: