Futuro do camaleão do Algarve está nas mãos dos jovens

Um grupo de jovens portugueses participou no Orçamento Participativo Jovem Portugal 2019, com a missão clara de salvar os camaleões algarvios. Caso vençam, avançam com a construção do Centro de Recuperação e Investigação do Camaleão do Algarve.

A fase de votação dos projetos finalistas começou no passado dia 22 de junho e prolonga-se até 4 de agosto de 2019. Os projetos são colocados em votação pública nacional, que decorre através da página do OP Jovem e via SMS.

A apresentação pública dos projetos vencedores está marcada para o dia 12 de agosto (Dia Internacional da Juventude).

O OP Jovem é um processo de participação democrática no âmbito do qual os cidadãos, com idades entre os 14 e os 30 anos, inclusive, podem apresentar e decidir projetos de investimento público. O processo contempla o montante global de 500 mil euros.

A Equipa SOS Camaleão realça que “o camaleão-comum, em Portugal, só existe no litoral algarvio e a sobrevivência desta espécie encontra-se ameaçada pela fragmentação do território, bem como pelos constantes atropelamentos e capturas ilegais”.

Para reverter esta situação, um grupo de jovens sugere a construção do “CRICA – Centro de Recuperação e Investigação do Camaleão do Algarve”, num projeto que é já finalista do Orçamento Participativo Jovem Portugal 2019 e que se encontra em votação pública nacional até 4 de agosto. “O futuro dos camaleões do Algarve está nas mãos dos jovens portugueses e está a distância de um voto”, destaca a equipa, apelando aos jovens que participem nesta votação a favor do cameleão, através de uma SMS (gratuita), no site do OP Jovem.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste