ALGARVE

Galp e ENI desistem da exploração de petróleo ao largo de Aljezur

.
PUB
.

O consórcio formado pela portuguesa Galp e pela italiana ENI desistiu da exploração de petróleo ao largo de Aljezur, anunciou a Galp, esta segunda-feira, em comunicado enviado às redações poucos minutos depois do presidente da Galp Energia, Carlos Gomes da Silva, ter feito o mesmo anúncio numa conferência com analistas.

“A Galp e a Eni tomaram a decisão de abandonar o projeto de exploração de fronteira na bacia do Alentejo. Apesar de lamentarmos a impossibilidade de avaliar o potencial de recursos offshore do país, as condições existentes tornaram objetivamente impossível prosseguir as atividades de exploração”, explicou a Galp.

No curto comunicado, a petrolífera acrescentou, ainda, que “dada a existência de diversos processos judiciais em curso sobre este assunto, as duas empresas não farão comentários adicionais neste momento”.

A Galp, que detinha 30% no consórcio, e a ENI, com 70%, tinham, de acordo com a licença, até ao meados de janeiro do próximo ano para realizar o referido furo de exploração, numa zona localizada cerca de 50 quilómetros ao largo de Aljezur. No passado mês de agosto, o Tribunal de Loulé deferiu uma providência cautelar, para suspender a licença, interposta pela Plataforma Algarve Livre de Petróleo. Depois da decisão do tribunal, o consórcio chegou a avançar que estava a avaliar as várias opções e acabou, agora, por desistir da exploração.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: