GNR apreende polvo ilegal na Ria Formosa

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Olhão da GNR, apreendeu ontem, dia 4 de abril, 1 068 quilos de polvo, Octopus vulgaris, na Ria Formosa, em Olhão.

Esta apreensão ocorreu no âmbito de uma ação de vigilância e patrulhamento com vista à preservação de espécies marinhas e a salvaguarda da fauna e flora da Ria Formosa.

Os militares detetaram polvo-comum que não foi sujeito ao regime de primeira venda em lota e  não possuía o peso mínimo exigido por lei para a captura e comercialização, ou seja, mais de 750 gramas.

Foi identificada a empresa responsável e passada a respetiva contra-ordenação, designadamente um por fuga ao regime de primeira venda em lota (fuga à lota) com coima punível até valor máximo de 44 891 euros, e por captura de pescado sem respeitar o peso mínimo fixado, com coima punível até 37 500 euros.

Tags

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste