Governo aprova contrato de investimento da Parkalgar em Portimão

O Governo aprovou o contrato de investimento da Parkalgar, empresa proprietária do Autódromo Internacional do Algarve, classificando-o como um projeto inovador no âmbito do desporto motorizado e de “grande relevância” para a economia nacional.

O Governo aprovou o contrato de investimento da Parkalgar, empresa proprietária do Autódromo Internacional do Algarve, classificando-o como um projeto de “grande relevância” para a economia nacional, capaz de oferecer serviços inovadores no âmbito do desporto motorizado.

O projeto, cujo investimento ascende a 130 milhões euros, consiste na construção de um complexo de turismo desportivo, formado por um autódromo, destinado a competições internacionais de automobilismo e de motociclismo, um parque de desportos motorizados, um parque tecnológico e uma central fotovoltaica.

Implantado na freguesia da Mexilhoeira Grande, no concelho de Portimão, o empreendimento, cujo acordo foi hoje publicado, prevê também a construção de um hotel de cinco estrelas e 160 apartamentos turísticos.

O despacho de aprovação da minuta do contrato de investimento foi publicado na segunda feira em Diário da República, depois do projeto ter sido aprovado através de candidatura ao Sistema de Incentivos à Inovação, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) 2007/2013.

Paulo Pinheiro, administrador da Parkalgar disse que o apoio de cerca de 1,5 ME concedido através do QREN, “é importante numa altura de recessão económica, mas manifestamente baixo face ao investimento total previsto”.

“Vamos investir cerca de 130 milhões de euros, mas claro que esta é uma verba importante”, sublinhou Paulo Pinheiro.

“Agora teremos de cumprir todas as obrigações previstas na candidatura para que possamos aceder ao apoio”, destacou.

O contrato envolve o Estado, através da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), e a Parkalgar – Parques Tecnológicos e Desportivos, S.A..

Assinado pelo secretário de Estado adjunto, da Indústria e do Desenvolvimento, Fernando Medina Correia, o despacho classifica o empreendimento de “relevante interesse” para a economia nacional pelo seu efeito estruturante para o desenvolvimento, diversificação e internacionalização da economia portuguesa, e ou de sectores de actividade.

A construção do empreendimento iniciou-se em 2007 e deverá ficar concluído em 2014.

Atualmente encontra-se em construção o hotel, prevendo a Parkalgar iniciar as restantes estruturas – apartamentos turísticos, parque tecnológico e central fotovoltaica – no próximo mês de julho.

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste