Governo encerra escolas em todos os distritos

.

Depois de ter anunciado durante o fim de semana o encerramento de mais 311 escolas do 1º ciclo com menos de 21 alunos, o Ministério da Educação (ME) divulgou esta segunda-feira tarde a lista de estabelecimentos de ensino que já não vão funcionar no próximo ano letivo. Os concelhos de Espinho, no distrito de Aveiro, e de Cinfães, em Viseu, são dos mais atingidos, com 10 e 9 escolas a extinguir, respetivamente. Vila Real e Baião também são dos mais afetados pela reorganização da rede escolar.

Com Norte e Centro a destacarem-se claramente, as regiões do Algarve, com apenas três escolas a encerrar (EB Fonte Santa – Loulé; EB Cerro do Ouro – Ferreiras-Albufeira e EB de Escanxinas – Almancil-Loulé), e de Lisboa e Vale do Tejo escapam mais ao processo de reordenamento da rede.

Em todos os casos, garante o ME, os alunos saem beneficiados deste processo. “O novo ano letivo terá início em infraestruturas com recursos que oferecem melhores condições para o sucesso escolar. Estarão integrados em turmas compostas por colegas da mesma idade, terão acesso a recursos mais variados, tais como bibliotecas e recintos apropriados a atividades físicas, e participarão em ofertas de escola”, lê-se no comunicado do Ministério.

A tutela garante igualmente que questões como a distância até à escola de destino, tempo de percurso, transporte e refeições estão salvaguardadas.

Apesar dos protestos das populações, o fecho de escolas de pequena de dimensão tem sido imparável. Se em 2000/2001 havia 8434 escolas com alunos matriculados no 1º ciclo, em 2011/2012 eram menos de metade: 4186, de acordo com as últimas estatísticas oficiais do ME. De então para cá ainda fecharam mais algumas. E para o ano outras se seguirão, avisa desde já o Ministério.

RE

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste