MUNDO ÚLTIMAS

Hugo Chávez diz que assassinato de Kadhafi é desrespeito à vida

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, considerou esta sexta-feira que a morte do líder líbio Muamar Kadhafi é um “assassinato” que constitui mais um “desrespeito à vida”, e afirmou que seu ex-aliado será agora lembrado como um “mártir”.

“Lamentavelmente, foi confirmada a morte de Kadhafi. Assassinaram (o ex-líder líbio), é mais um desrespeito à vida”, comentou Chávez, que completou que o ex-ditador será a partir de agora considerado um “mártir” e um “grande lutador”, em declarações a jornalistas.

“Lembraremos Kadhafi durante toda a vida como um grande lutador, um revolucionário e um mártir”, completou o presidente, que manifestou permanentemente o seu apoio a Kadhafi, desde o início da revolta na Líbia, há oito meses.

O presidente venezuelano considerava Kadhafi como um amigo, e pedia que ele resistisse às “agressões imperialistas” da NATO, que apoiou os rebeldes líbios desde o início do conflito em fevereiro passado.

Segundo Chávez, a intenção das potências internacionais era apoderarem-se do petróleo líbio.

“Esta história na Líbia está apenas a começar agora”, considerou Chávez, assegurando que “o império ianque (…) não poderá dominar este mundo”.

“O mais lamentável é que, com o seu empenho em dominar o mundo, o império e os seus aliados estão a incendiá-lo”, completou o presidente venezuelano.

PUB
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste