IMT revela como serão as novas matrículas de carros e motos

Quem adquirir um automóvel, motociclo, triciclo, quadriciclo ou ciclomotor a partir do final de 2019 verificará que os algarismos e as letras da matrícula já estarão numa ordem diferente da atual.

Isto acontece porque as combinações possíveis na atual série (dois algarismos, duas letras e dois números, por exemplo 00-AA-00), e na ordem que está estipulada, estão praticamente esgotadas. Já só restam mais 500 mil combinações disponíveis.

As novas matrículas passarão a ser constituídas por duas letras, dois algarismos e duas letras (AA-00-AA) e a nova série permitirá matricular 28 milhões de veículos, em vez dos cinco milhões das anteriores, já que incluirá as letras Y, K e W, que, de acordo com o novo acordo ortográfico, já fazem parte do alfabeto português.   

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) salienta que “quando se inicia um novo número de matrícula, tem efeito unicamente para viaturas novas” e recorda que “a atribuição de matrículas é da responsabilidade do IMT, não sendo necessária qualquer ação por parte dos proprietários”.

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste