Incêndio em Monchique lavra há dois dias

.

O fogo começou perto às 13h30 de sexta-feira e ainda está por dominar. Às 11h00 deste domingo, mais de 800 bombeiros, apoiados por 221 veículos e nove meios aéreos, tentavam controlar o incêndio que lavra na serra de Monchique, revela o site da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). Durante a noite, a temperatura chegou aos 40 graus, o que dificultou o trabalho dos bombeiros. A área ardida já ultrapassa os mil hectares.

À medida que o calor e o vento aumentam, o fogo continua a lavrar com intensidade. A Proteção Civil prepara para as próximas horas um ataque forte às chamas que não tréguas em Monchique. O combate ao fogo tem sido dificultado pelas altas temperaturas e pelos acessos difíceis.

“Foi uma noite difícil, com muito trabalho, frentes muito ativas e fortes, muito calor e equipas cansadas”, afirmou à Renascença o presidente da Câmara de Monchique.

Rui André adianta que, nesta manhã, existem “duas frentes ativas, uma delas com bastante intensidade” e cujo combate vai contar com a ajuda de nove meios aéreos.

Segundo o autarca de Monchique, já terão sido retiradas de casa cerca de 85 pessoas do concelho como medida de precaução.

O comandante do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, Vaz Pinto, já disse que “a grande preocupação neste momento é a segurança das populações e dos combatentes”.

NC|JA

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste