Incêndios voltam a Monchique: 10 meios aéreos e 155 bombeiros no combate ao final da tarde

Depois do incêndio que lavrou na serra de Monchique, entre 3 e 10 de agosto do ano passado, o fogo está de volta ao mesmo concelho, num dia quente e com muito vento.

Segundo o site da Proteção Civil, o alerta foi dado às 15h11, na localidade de Chã da Casinha.

Esta tarde, o incêndio chegou a mobilizar 168 bombeiros, apoiados por 53 viaturas e dez meios aéreos.

As chamas lavram numa zona de mato e eucaliptal e, neste momento, ao fim da tarde, o fogo está a avançar no terreno com duas frentes ativas, sendo que o vento está a dificultar o combate.

Na memória da população e dos bombeiros ainda está o grande incêndio do verão de 2018. O fogo teve início por volta das 13h00 do dia 3 de agosto e só foi dominado na manhã do dia 10 de agosto.

Naquela altura, a ação dos bombeiros também foi dificultada pela forte intensidade e constantes mudanças de direção do vento e pela dificuldade de acesso dos meios terrestres.

O incêndio teve início na localidade de Perna da Negra, tendo posteriormente alastrado para parte dos concelhos de Silves, Portimão e Odemira.

O incêndio resultou em 41 feridos, um deles em estado grave, 22 dos quais bombeiros, a maioria por inalação de fumo.

Ao todo, contabilizaram-se cerca de 27 000 hectares de área ardida.

Antes do incêndio de 2018, o concelho de Monchique registou ainda vários incêndios de grande dimensão em 2003, 2004 e 2013.

Atualização: O incêndio foi considerado dominado pelas 18h42, mas os trabalhos de consolidação até à extinção das chamas prolongaram-se durante a noite at´é esta manhã.

Tags

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste