Investimento de Portugal em energias renováveis em destaque no New York Times de hoje

“Quase 45 por cento da eletricidade em Portugal deriva de fontes renováveis, um aumento de 17 por cento face aos últimos cinco anos” escreve o jornal norte-americano que dedica hoje três páginas a esta matéria e faz destaque na primeira página.

Cinco anos depois de o Governo português liderado por José Sócrates ter “embarcado em projetos ambiciosos relacionados com as energias renováveis”, o The New York Times refere também “que Portugal espera ser o primeiro país a inaugurar uma rede nacional de carregamento de carros elétricos” já em 2011.

“Ouvi todo o tipo de comentários: é um bom sonho, é incomportável, é muito caro”, disse a propósito o primeiro ministro, José Sócrates, citado pelo jornal, acrescentando que “a experiência portuguesa mostra que é possível mudar num curto período de tempo”.

O jornal menciona que “atualmente, os melhores bares de Lisboa, as fábricas do Porto e os ‘resorts’ mais ‘glamourosos’ do Algarve são alimentandos substancialmente por energia limpa”.

No entanto, e apesar de a Agência Internacional de Energia ter classificado de “sucesso notável” a transição energética em Portugal, esta refere que “não é ainda claro que os custos financeiros, bem como o impacto no preço final ao consumidor, sejam compreendidos e bem aceites”.

“Não imaginam as pressões que sofremos no primeiro ano”, disse ao mesmo jornal o antigo ministro da Economia Manuel Pinho, um dos grandes impulsionadores da aposta portuguesa nas energias renováveis: ondas, sol e vento.

Apesar de alguns obstáculos, “as políticas agressivas tomadas pelo Governo português para acelerar o recurso às energias renováveis estão a ser bem sucedidas”, escreve o jornal, que cita um estudo sobre energias alternativas da Universidade de Cambridge, Estados Unidos.

De acordo com este último (estudo), estima-se que em 2025 a eletricidade em países como a Irlanda, Dinamarca e Reino Unido seja proveniente de fontes renováveis. Também o Canadá e o Brasil deverão integrar este grupo.

Para ler a notícia completa siga o link: http://www.nytimes.com/2010/08/10/science/earth/10portugal.html?ref=europe

Advertisements
albufeira -
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste