POLÍTICA

Isilda Gomes tenta reeleição para 3.º e último mandato em Portimão

medidas

A presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, vai recandidatar-se pelo PS a um terceiro e último mandato para a presidência da autarquia do distrito de Faro, governada pelos socialistas desde 1976.

Eleita em 2013 com maioria relativa (três eleitos em sete) e reeleita em 2017 com maioria absoluta, a candidata de 69 anos vai procurar a terceira vitória consecutiva e a manutenção da gestão socialista num dos mais importantes concelhos turísticos do Algarve.

Em 2013, apesar da maioria relativa (três eleitos em sete), Isilda Gomes assegurou a maioria absoluta e a estabilidade governativa no executivo municipal, através de uma coligação com o único eleito pelo PSD.

Professora aposentada, a candidata foi a última governadora civil de Faro, entre 01 junho de 2007 e 14 de agosto de 2009, cargo que foi interrompido para integrar as listas do PS à Assembleia da República nas eleições legislativas desse ano.

Isilda Gomes tem como adversário já confirmados na corrida à presidência da Câmara de Portimão, João Vasconcelos (BE) Nuno Cordas (CDU) e Rui André (PSD).

Nas eleições autárquicas de 2017, o PS obteve maioria absoluta em Portimão, ao conseguir 44,56% dos votos dos 19.962 votantes, garantindo quatro mandatos para a Câmara Municipal.

A coligação CDS-PP/PSD/MPT/PPM foi a segunda força mais votada (24,36), com dois eleitos, seguido do Bloco de Esquerda (11,66%), com um eleito. A CDU (7,78%) e o Nós, Cidadãos! (5,89%), não conseguiram qualquer mandato.

As eleições autárquicas estão marcadas para o dia 26 de setembro.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste